1 de dezembro de 2017

Desafio Corujesco 2018


Chegou a época de resolver os temas do Desafio Corujesco para o ano que vem – algo que, a essa altura, já virou uma tradição do blog, não é mesmo? E, como esse ano, fizemos os temas em parceria com a Tábata, lá do Randomicidades – de forma que temos uma segunda edição do Desafio Corujesco Mistério Randômico... ou não tão misterioso, já que não estabelecemos um tema... ou talvez o tenhamos feito, porque *olha a lista de temas* vários deles são uma viagem por tempo e espaço.

Mas, hei, ler é sempre uma viagem por tempo e espaço, não é mesmo?

Enfim, sem grandes arrodeios, vamos ao que interessa... Janeiro e dezembro são meses livres, porque são períodos em que estamos cansados ou assoberbados de coisas por fazer. Para quê aumentar a carga de obrigações, não é mesmo? Assim é que, oficialmente, começamos o desafio em fevereiro!

Fevereiro - Uma Aventura no Mar
A maior parte do planeta está debaixo d’água. Para além disso, o mar sempre exerceu um enorme fascínio no ser humano; um lugar de mistérios, uma estrada que nos liga a lugares longínquos; uma paixão, um horror, uma aventura: o mar pode ganhar muitos significados a depender do personagem e do leitor.

Para fevereiro vale tanto ler um livro de não-ficção sobre o período das Grandes Navegações, talvez uma biografia de Colombo; como uma aventura clássica estilo Moby Dick. Os horrores lovecraftianos estão muito ligados aos abismos marinhos sobre os quais ainda pouco sabemos e é sempre possível retornar a Verne e seu capitão Nemo. O gênero é o que menos importa, desde que estejamos singrando pelos sete mares!

Na minha lista em particular, vou tentar reler justamente o Moby Dick, que conheci nova demais para entender todas as suas nuances (eu sei que tinha um pouco mais de dez anos à época, porque foi logo quando cheguei no Recife); bem como Nós, os Afogados, sobre o qual vi excelentes críticas e cuja capa portuguesa me fez cair de amores. A capa brasileira não é tão bonita, mas, ok, isso não é importante...

Março - Um Livro, uma Estação
Um livro com uma estação do ano no título e/ou no enredo.

Talvez, à primeira vista, pareça um tema difícil, mas, olha, pensar um pouco e tem um monte de autores bem conhecidos que se encaixam aqui: Stephen King (Quatro Estações); Bernard Cornwell (O Rei do Inverno); Gabriel Garcia Marquez (O Outono do Patriarca); Rick Riordan (A Espada do Verão); Agatha Christie (Ausência na Primavera). Pesquisando um pouco, dá para encontrar títulos em todos os gêneros e isso se formos nos apegar ao mais óbvio, de ter a estação em destaque no título.

É sempre possível ir também por algo mais implícito. Praia lembra verão; flores, primavera; neve lembra inverno e folhas secas, outono. Óbvio ou sutil, há muitas possibilidades aqui.

Abril - Uma História Oriental
Fica a critério do leitor o que quer entender como oriente: uma localização geográfica, cultural ou econômica, fato é que devemos de vez em quando fugir ao eixo Europa-EUA de nossas leituras. Ou, pelo menos, eu ando precisando fugir desse eixo; desde que comecei a prestar atenção nesse detalhe, descobri que bem mais que a metade do que leio todo ano é literatura inglesa e americana.

Cabe aí discutir se Rússia é Oriente. Há toda uma polêmica em torno do assunto. Mas, oh, não vou pedir nenhum ensaio político-social sobre o assunto: se queres enxergar Rússia como oriente, podes fazê-lo; se quiser ler As Mil e uma Noites ou algum autor japonês ou ainda um palestino e um israelense... tanto faz. O Oriente é muito mais e diverso do que nós, ocidentais, imaginamos. Oriente próximo, oriente médio, extremo oriente... tudo cabe aqui.

Maio - Uma História sobre Livros
Tema bastante autoexplicativo. Quer coisa melhor que um livro que fale sobre livros?

Eu adoro livros sobre livros; gosto tanto de romances em que livros são um dos temas centrais (tipo O Nome da Rosa) quanto trabalhos de não-ficção que exploram seu papel na sociedade (o maravilhoso Uma História da Leitura).

Junho - Uma História de Família
Pode ser uma história que abarque gerações de uma mesma família ou um drama familiar mais conciso. Pode ser tipo aquela macarronada de domingo em que todo mundo se reúne e todo mundo se mete na vida de todo mundo ou aqueles enredos de pais e filhos que não conseguem conviver. O importante é ter família, em conflito ou em harmonia, cheia de segredos e esqueletos no armário ou que lava a roupa suja em público, o gosto é do leitor.

Julho - Uma História Pós-Apocalíptica
Um livro que tenha um cenário apocalíptico ou pós-apocalíptico, onde a sociedade como conhecemos tenha sido destruída. Podem ter explodido a terra ou tornado ela inabitável; pode ser que estejamos morando nos subterrâneos ou num trem a toda velocidade... mas o conflito e as mudanças causadas pelo ‘fim do mundo’ como o conhecemos têm de aparecer por aqui.

Agosto - Uma História em Tempos de Guerra
Uma história que aconteça no nosso mundo ou mesmo num lugar e época ficcionais: histórias que se passam em tempos de guerra são um bom exercício para entendermos empatia, coragem e desespero, para vermos o que há de melhor e pior no ser humano. São histórias necessárias, sem dúvida alguma.

Setembro - Uma História narrada em Primeira Pessoa
E é isso. :-) Precisa de mais?

Outubro - Uma História que te Provoque Risos
Também não precisa explicar muito, não é mesmo? A essa altura, já estamos chegando no fim do ano e um pouco de risada para ajudar com o estresse é simplesmente necessário.

Novembro - Uma história com Teoria da Conspiração
Histórias de organizações secretas que tramam e acobertam uma situação ou evento da humanidade. Adoro uma boa teoria da conspiração, não importa se ridícula ou completamente crível. A imaginação é o limite!


A Coruja


____________________________________

 

2 comentários:

  1. Ah, para 2018 vou me organizar e participar!! Amei os temas!
    estrelinhas coloridas..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aew!!! Será muito bem-vinda sua participação, Mi!

      Excluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog