9 de outubro de 2016

O Bode na Cozinha: Pão de Abóbora


Olá queridos leitores!!! Chegamos a outubro, o mês das bruxas! Sim, Halloween é um dos meus feriados favoritos, e estamos com alguns planos interessantes deste lado da internet, então fiquem ligados. ;)

Acho que um dos símbolos maiores do Dia das Bruxas é a abóbora. Elas se espalham por todos os lados nesta época: produtos, propagandas, algumas pessoas as usam como decoração (em países temperados, em geral) e... nas mesas. Neste último ponto eu tenho certa liberdade em atuar, então fui atrás de uma boa receita para usar abóboras, e cheguei nesta receita de pão.
Ingredientes:


- 1 pacote de fermento biológico seco
- 1/2 xícara de leite morno
- 2 ovos
- 1/4 de xícara de manteiga derretida
- 1 xícara de abóbora/moranga/jerimum cozido e amassado
- 1/3 de xícara de açúcar
- 1 colher de chá de sal
- Aproximadamente 4 xícaras de farinha de trigo

Modo de Preparo:

- Em uma tigela, misture o leite MORNO (não pode estar muito quente, ou matará o fermento), o fermento e o açúcar. Deixe agir por uns 5 minutos, para verificar se o fermento está ativo. Basta ver se forma bolhas e o cheiro de pão se espalha.

- Misture todos os ingredientes, EXCETO a farinha, e misture bem. Quando homogenizar tudo, comece a adicionar a farinha, aos poucos.

- A quantidade de farinha pode variar de acordo com diversos fatores, mas o ponto é quando a massa deixar de grudar nas mãos. Para mim, foram umas 4 xícaras e meia, aproximadamente. 

- Sove a massa em uma superfície enfarinhada. É importante enfarinhar apenas levemente a superfície, pois a medida que se trabalha a massa, ela vai passar a grudar um pouco mais. 

- Sove por 5 a 10 minutos, e então leve para uma tigela untada com óleo, azeite ou manteiga, e unte a superfície da massa. Cubra com um pano limpo e seco, e deixe crescer em um local quente e sem correntes de ar (o interior de um forno desligado é uma boa opção), por uma hora, ou até dobrar de tamanho.


- Depois do primeiro crescimento, desinfle a massa e abra em um formato retangular. Corte na quantidade de pães que se deseja (12, no meu caso) e molde os pães no formato desejado. Leve para uma forma coberta com farinha de milho/fubá. Deixe crescer por mais uma hora, ou até dobrar novamente de tamanho.


- Pincele com um ovo e cubra com gergelim, se desejar. Leve para assar a um forno pré-aquecido a 200 graus, até que a superfície fique dourada.


Este pão ficou uma delícia! Bem leve, levemente adocicado, e muito macio. Fiz neste formato em específico, pois pretendia fazer hambúrgueres com eles. E assim o fiz! 


Outra opção que provei usando este pão foi com carne de sol (ou carne seca) desfiada e cebolas caramelizadas no melaço de cana, em pão com formato de cachorro quente. Outra delícia. Enfim, esta massa pode ser feita em diversos formatos para vários objetivos. Testem e digam o que acharam! =D

O Bode


____________________________________

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog