23 de abril de 2015

Para ler: Noites sem Fim

E chutar aquele maldito portão pareceu, de repente, ser a coisa mais gratificante que eu poderia fazer. Eu estava chutando minha vida. Minha família. Minha unidade. A morte, o tempo, todas as mentiras que me contaram. Todos os bonecos de papel saltitando, presos a fios invisíveis...
Sandman: Noites sem Fim é mais um dos spin-offs da consagrada série de quadrinhos escrita por Gaiman entre 1989 e 1996. Nesse volume, acompanhamos, em cada um dos sete capítulos, um dos irmãos Perpétuos em uma narrativa-solo, independentes da série original.

Temos Morte servindo de musa para um soldado pessimista e ao mesmo tempo tentando penetrar num reino isolado por mágica numa das ilhas de Veneza – um conto que muito me lembrou A Máscara da Morte Rubra de Poe.

Desejo vem em seguida, num dos meus contos favoritos do livro, onde uma jovem apaixonada acaba por se tornar numa figura de sedução mortal. Eu torci pela narradora, vou confessar, e adorei a forma como ela manipulou os guerreiros para conseguir sua vingança no final. Aliás, essa história conta com ilustrações do polêmico Milo Manara – e elas são magníficas, a arte de que mais gostei em toda a antologia.

Sonho, para variar, apresenta-se como um amante frustrado – e cá entre nós, Lorde Morpheus definitivamente não tem sorte no amor... O mais interessante nessa história é que ela parece possuir sementes do que seria mais tarde o brilhante Stardust, mais um dos meus favoritos do Gaiman...

Desespero não estrela exatamente uma história, mas pequenas vinhetas mostrando faces e corações partidos pelo desespero. As palavras são secundárias aqui, chamando mais atenção sobre o trabalho de Dave McKean e Barron Storey, os dois artistas envolvidos nas composições angustiantes desse conto.

A quinta narrativa dá um certo nó na cabeça, afinal, seus personagens são todos doentes mentais, que chamados por Sonho, procuram pela caçula dos Perpétuos, Delírio, que se perdeu em seu próprio reino.

O enigmático Destruição está no penúltimo conto, num papel apenas periférico, mais que ainda assim se encaixa perfeitamente no potencial destrutivo do que se está escavando no sítio arqueológico em que a história se passa. E, fechando o livro, damos um breve passeio pelos jardins de Destino.

O interessante desse volume é que ele nos dá uma chance de encarar com mais profundidade personagens e situações que enxergamos, por vezes, quase que só de vislumbre na série principal. Todos os Perpétuos têm suas próprias histórias, influenciam as vidas que tocam e foi muito bom ter essa percepção em Noites sem Fim.

Cá entre nós, eu passaria o resto da vida lendo histórias no universo de Sandman, mas, infelizmente, isso não é possível. Mas, entre um especial e outro lançado por tio Neil, vamos levando...

Nota:
(de 1 a 5, sendo: 1 – Não Gostei; 2 – Mais ou Menos; 3 – Gostei; 4 – Gostei muito; 5 – Excelente)

Ficha Bibliográfica

Título: Sandman: Noites sem Fim
Autor: Neil Gaiman
Tradução: Daniel Pellizzari
Ilustrações: Vários
Editora: Panini Livros
Ano: 2014
Número de páginas: 160

Onde Comprar

Amazon || Cultura || Saraiva

Agora, antes que eu me esqueça... Como teremos um mês ‘temático’ tagarelando sobre Gaiman... vamos ter sorteio também! Valendo uma edição de A Verdade É uma Caverna nas Montanhas Negras e mais um trio de marcadores de imãs feitos pela Design by Angel inspirados nesse livro, em Deuses Americanos e Sandman!



Para participar, basta comentar (comentar e não apenas deixar o nome e email, embora isso também seja necessário) qualquer uma das resenhas sobre os livros do Gaiman que serão postadas durante todo o mês. Todos os comentários receberão um número para sorteio dia 01 de maio. E sim, se você comentar em mais de uma resenha, vai receber mais de um número para participar do sorteio, o que aumenta exponencialmente suas chances de ganhar!


A Coruja


____________________________________

 

7 comentários:

  1. Respostas
    1. Esse volume é fantástico, Tatá! Eu definitivamente recomendo... e dá para ler tranquilo, mesmo sem ter lido a série principal.

      Excluir
  2. Definitivamente as minhas histórias favoritas desse spin-off são dxs gemexs! Desejo com milo manara foi maravilhoso e os retratos de desespero de corta o coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Acho as duas histórias excelentes e também são as minhas favoritas do volume. Gostaria de ver mais inclusive...

      Excluir
  3. Nossa, que legal! Me aguçou a curiosidade! Adorei a resenha! Fiquei com uma vontade ler! Ahhh to cheias de livros q comprei e não li ainda, agora mais um para entrar na lista dos que quero! Affff assim não da! Kkkkkkk


    Nome:Laura M. Barros
    E-mail: lauramedina90@hotmail,com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O legal desse volume é que dá para entender razoavelmente as histórias mesmo sem conhecer a fundo a série Sandman. Muitas vezes, os Perpétuos aparecem apenas tangencialmente em outros contos... é bem interessante e eu mais que recomendo.

      Excluir
  4. Legal! Pronto, mais um para a minha lista.... Assim fica difícil..... Já sei o que pedi para minha mãe nos próximos aniversários e natais! Kkkkkk

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog