26 de fevereiro de 2015

Livros para Assistir: Como Treinar o seu Dragão


A vida em Berk não é fácil. Ser um Viking tem suas vantagens e desvantagens, que todos aproveitam e superam muito bem. Exceto por Soluço, é claro. Soluço é... mirrado, para os padrões Vikings. Assim sendo, ele não consegue exercer as mais básicas atividades da vida viking, como matar, pilhar e destruir. E é então que entra em sua vida o dragão Banguela, e tudo complica ainda mais...


Escr... ou melhor, traduzido, por Cressida Cowell, o livro Como Treinar o seu Dragão conta a história de Soluço Spantosicus Strondus III, um viking singular em sua mirradez. Quando ele consegue seu dragão para treinar, tudo parece mudar... isso é, até se comprovar que o tal dragão não tem um dente sequer e ainda é extremamente desobediente.


Em 2010 a Dreamworks adaptou o livro para os cinemas, com ÓTIMOS resultados. Contudo, livro e filme são obras bem diferentes. Basicamente, as semelhanças são os nomes, os vikings e os dragões... e só isso. A história é diferente do início ao final, mantendo só a temática de treinar um dragão somado aos fatores que mencionei ali em cima. Isso tira o valor da obra? Definitivamente não.


Pra começar, o filme é LINDO! Sério, a equipe de animação se superou muito quando fazia esse filme. E não faço só do visual dos personagens e dragões. Vá assistir ao filme, vai lá, eu espero. Voltou? Reparou em todas as roupas de pele ainda com pêlos? E os olhos? Pelos olhos de um único personagem (Banguela), podemos receber uma tonelada de informação. Uma imagem vale mais que mil palavras em sua forma mais clara.


E não apenas na parte gráfica o filme esbanja. Muita pesquisa foi feita para o filme, especialmente para os dragões. Reparem no comportamento e linguagem corporal dos dragões. A idéia era fazer com que refletissem tanto cães quanto gatos, coisa que digo que conseguiram e bem. Fora isso, alguns dragões, tal como Banguela e os Terrores Terríveis foram baseados em felinos (pantera e gato doméstico, respectivamente), com elementos de alguns outros animais.


O sucesso do filme foi tão grade, que gerou não apenas uma continuação para os cinemas, como também diversos curtas (que valem muito a pena ver) e uma série animada, com duas temporadas. Dragons: Riders of Berk (primeira temporada) e Dragons: Defenders of Berk (segunda temporada) se passa imediatamente após o primeiro filme, e expandem bastante o mundo que foi criado no primeiro filme. Se você gostou do primeiro filme, vale MUITO a pena assistir o resto... Eu assisti, caso não tenha ficado claro. =P

Espero que tenham gostado, e até o mês que vem, com mais Livros para Assistir!

O Bode


____________________________________

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog