29 de novembro de 2014

A Vertigem das Listas: Onze Músicas Rápidas


Ísis: Estamos quase nos despedindo de 2014, que, pra muitos, foi um ano de lascar e, para outros, muito bom. Esse é o ano em que eu e o Dé, que devemos entregar nossas teses mês que vem (dezembro) lembraremos como o “ano em que o cérebro caiu”, pelo menos até chegar o último semestre do doutorado (considerando que consigamos aprovação para começar um).

Dé: Se sobrar algum cérebro, isso é...

Dani: “Se” sobrar algum cérebro? Acho que isso não é mais opção a essa altura... ^^”

Lulu: Cara, eu nunca tinha ouvido falar nessa expressão... como é que o cérebro cai? Ele descolou da caixa craniana e se enfiou pelo buraco do osso descendo a coluna? O.o

Ísis: Ok, essa imagem ficou bizarra...

Interrompo a programação usual para aplausos para nós porque, se estamos aqui ainda, é porque amamos vocês! Ou seja, aplausos para vocês também, senão não estaríamos aqui de qualquer forma, e... É, bem, eu disse que o cérebro caiu...

O tema da vez é ONZE MÚSICAS RÁPIDAS! Tão rápidas, que nem sempre entendemos sequer uma palavra do que o cantor está dizendo...

E vai ser assim mesmo, mudando de assunto direto, porque nesse vertigem tem que ser rápido!

Lulu: Pai do céu...

Dani: E tinha de ser a Ísis para ser esse tema...

Ísis: Again, da YUI, abertura de Full Metal Alchemist ~Brotherhood~. Não é a música mais rápida que conheço, mas eu gosto das quebradas que ela faz entre rápido e calmo...


Dani: Ei! Adoro essa!!! :D

Lulu: Esse... não é um tema muito fácil pra mim, porque a maior parte do que eu escuto é música instrumental... Vale música instrumental, Ísis? Bem, não importa, eu vou colocar o que eu quiser, porque eu sou a rainha!

Ok, então... minha primeira indicação é I Will Wait, do Mumford & Sons. De uma maneira geral, eu gosto de todas as músicas dessa banda, gosto do ritmo deles, das letras, da mistura de instrumentos musicais, dos arranjos de vozes...

Como a primeira escolha da Ísis, ela tem momentos mais rápidos e mais lentos – embora o ritmo, em especial do banjo, seja quase que continuamente frenético.


Dani: Também adoro!!!!!!! XDDDD

Ísis: Não conheço.

E, tecnicamente, dona Rainha, não valia música instrumental, não. Mas abriremos espaço dessa vez... >.>

Dé: Bom, minha vez, né?

Uma unanimidade entre todo mundo que conheço e que ouviu Chop Suey, do System of a Down, pela primeira vez foi a mesma: “Que c****** esse ******* tá cantando?”.

Dani: Quase todo Heavy Metal que ouço me pergunto isso... ^^”

Dé: E se você não teve essa reação, é por que não ouviu a música ainda!

Ísis: Essa eu não só conheço, como é um dos meus toques de acordar. ^^’>

Adoro ela. E, sim, acho que tive essa reação na primeira vez em que a ouvi, sim, Dé...


Dani: Minha vez, certo? Bom, no geral tenho um gosto muito amplo pra música, como a Lu adoro instrumental, e como o Dé, adoro rock, então vou primeiro dele, com Tell me Baby, do Red Hot Chilli Peppers, uma das minhas bandas favoritas.


E eu particularmente adoro esse vídeo!

Ísis: Red Hot Chilli Peppers é bom mesmo, nos três sentidos... Mas eu discordo com o “rápido”. LOL

Minha segunda opção é Break Off, interpretada pelo DASEIN, e é o quarto tema de encerramento de Captain Tsubasa ~Road to 2002~ (Super Campeões 2002). Ela é rapidinha (não a mais rápida do mundo, mas é rapidinha) e eu gosto da batida beat dela.


Lulu: A primeira vez que eu ouvi essa música eu não sabia se rolava de rir ou se estranhava a idéia de violência trazida pela canção... Mas, enfim, eu gosto de escutar Kiss with a Fist da Florence + The Machine. Ela é uma canção que me acompanha em dias que quero enfiar a cabeça na parede e o punho no computador.


Ísis: Credo que violência nessa música! Vou ali ouvir música relaxante... >.>

Dé: Minha segunda escolha é, na verdade, uma versão cover.

Hallowed be thy Name é originalmente do Iron Maiden, mas a versão do Cradle of Filth é só muito mais rápida, gutural e ininteligível.


Dani: Bota ininteligível nisso. Que porra...?

Mas para minha segunda escolha, agora vou de instrumental. Inverno, de Vivaldi. Já tentei tocar essa joça... e, Deus, é difícil... - -“


Ísis: Eu nem me iludo; que precisaria de mais dez anos de treino pra chegar nesse nível... Mas, Dani, essa versão aqui é mais rápida. XD


Minha terceira indicação é a Goya no Machiawase, a abertura de Noragami, cantada pelo grupo Hello Sleepwalkers. Essa foi um amigo que cantou no karaokê e tudo o que pude fazer foi piscar, tentado acompanhar o que aquilo dizia... O.O


Lulu: Pra terminar com gostinho de infância e nostalgia... minha terceira escolha é um clássico =D E é um desafio para qualquer um conseguir cantá-la no ritmo que deve ser cantada. Estou falando, claro de Supercalifragilisticexpialidocious, da trilha sonora de Mary Poppins!


Dani: Tinha de ter!! XDD Essa aí foi a melhor escolha da lista na minha opinião!

Ísis: HUAHUAHUA! Eu canto essa metade das vezes que vou a o karaokê (e a Again também). Adoro ela, e é superdivertida, ainda mais quando se tem alguém para fazer dueto! ^^

Dani: Mas para a minha última escolha vou fechar com rock de novo, com o último sucesso dos Rolling Stones, que por incrível que pareça ainda estão vivos, e fazendo música BOA. O_O


Ísis: Como disse a April, da série Glee, “Talento não envelhece, querida”.

E é isso, nossas 11 músicas rápidas. Quem tem mais sugestões, poderiam, por favor, apresentá-las nos comentários? ^^

Onze Músicas Rápidas

01. Again (YUI)
02. Break Off (DASEIN)
03. Goya no Machiawase (Hello Sleepwalkers)
04. Tell Me Baby, Red Hot Chilli Peppers
05. Four Seasons – Winter, Vivaldi
06. Doom and Gloom, Rolling Stones
07. I Will Wait, Mumford & Sons
08. Kiss With a Fist, Florence + The Machine
09. Supercalifragilisticexpialidocious, Julie Andrews e Dick van Dyke
10. Chop Suey, System of a Down
11. Hallowed be thy Name, Cradle of Filth (cover Iron Maiden)


____________________________________

 

2 comentários:

  1. Contribuindo com a lista: ouçam Barenaked Ladies - One Week. Aquilo sim é música rápida. Difícil de cantar junto que só. :) Tem também o tema da série The Big Bang Theory que é bem rápida, que é também do Barenaked Ladies. Aliás, as músicas deles costumam ser assim, rápidas. Adoro! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa lembrança, Tatá, essa música, de fato, é terrível para conseguir acompanhar cantando... eu gosto do ritmo dela.

      Excluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog