13 de outubro de 2012

Coruja Gourmet - Bode Edition: Wrap Caseiro


Essa receita eu demorei um pouco para fazer, simplesmente por não lembrar dela. Aqui em Fortaleza começou a moda dos wraps uns anos atrás, como alternativa aos salgados e sanduíches naturais que se encontram em certas lanchonetes. 

O que é um wrap, vocês perguntam? É um pão beeeem fininho, enrolado com algum recheio dos bem gostosos. Tipo queijo. Ou bacon. Ou ambos. Ou o que você quiser... tipo bacon.
Ingredientes:

- 1 xícara de Farinha de Trigo
- 2 colheres de sopa de Óleo (normalmente uso Azeite)
- 150ml de água quente (não morna, não fervendo: quente)
- Sal à gosto

Modo de Preparo:

- Em uma tigela, misture todos os ingredientes.

Aqui tem sal, vocês podem ver?
- O ponto ideal é que não grude em nada. Precisando vá adicionando Farinha ou água, até chegar ao ponto.
- Enrole em um filme plástico e leve pra geladeira por 20 a 30 minutos. Aproveite esse tempo pra fazer o recheio que preferir. Tipo bacon. =D

Não parece muito, mas rende bem.
- Em uma superfície enfarinhada, abra a massa com um rolo. BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEM fininha. Quase como se pudesse se ver através dela. Ok, talvez não tão fina, mas vocês pegaram a idéia.
- Leve pra uma frigideira em fogo alto. Por precaução, eu usei um fio de óleo na frigideira, mas não é exatamente necessário.
É pra ficar mais ou menos assim. Acabou de ir pro fogo.
- Deve ficar por volta de... acho que menos de 5 minutos de cada lado. Quando começarem a aparecer bolhas (não como se fosse uma coisa líquida, mas dá pra identificar) podem virar.
- O ponto ideal é quando aparecerem alguns pontos dourados na superfície.
Assim.
- Depois é só colocar o recheio em cima, tipo queijo e bacon, e enrolar. Eu vou admitir que esqueci de tirar uma foto com ele enrolado... E cometi um erro grave quando fiz pela primeira vez: eu coloquei recheio DEMAIS! Quase não deu pra fechar! Em minha defesa, a maior parte era alface e rúcula.
Como desculpas por esquecer de tirar a foto com o wrap "pronto", vou deixar uma dica... 
Essa massa é bem versátil e pode ser usada de vários modos. Digamos que... você corte pequenos disquinhos usando um pires. E digamos que depois de cortar os disquinhos, você os recheie e depois feche com um garfo. E digamos que depois você pincele com uma gema de ovo e leve pro forno... O que vamos ter depois disso?
TA-DA!
Por que vocês não tentam usar essa massa do jeito de vocês e depois mandem um comentário sobre como foi? =D

O Bode


Arquivado em

____________________________________

 

5 comentários:

  1. Só para constar... enquanto você fica nos wrap, mamãe ontem fez uma torta de maçã para você se liquefazer e amanheceu hoje fazendo queijo. COMI QUEIJO QUENTE NO CAFÉ DA MANHÃ HOJE, SAIIIIIINDO DO FORNO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errr... contra isso não tenho argumentos que me salvem...

      Excluir
  2. só pra constar, fiz os wraps, e apesar dele ficar meio seco, e eu só ter carne moída pra rechear. ficaram ótimos, na medida do possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Debora! =D

      Eu costumo colocar algum molho, antes de enrolar com o recheio. =P Molho de tomate caseiro (Tomate, alho, manjericão, sal, pimenta e azeite, bate no liquidificador e pronto!) e um molho de pimenta... eu AMO pimenta. =P

      E bacon.

      Excluir
    2. também adoro bacon, e queijo... mas infelizmente era só o que eu tinha em casa.
      mas um dia farei direitinho, agora que sei a receita

      Excluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog